Atenção pessoal que pretende, ou precisa, realizar as CPAs 10 e 20: a Anbima já informou há algum tempo que o conteúdo programático sofrerá alterações a partir de 01/03/2017. As principais mudanças, segundo a nota divulgada, são a inclusão de questões sobre previdência complementar aberta, os famosos PGBL e VGBL, nas duas certificações; e finanças pessoais e comportamentais na CPA-20.

Pessoalmente, vejo as alterações como muito boas, ainda mais considerando que os principais interessados – funcionários de bancos e algumas corretoras – trabalham com venda de produtos de previdência complementar, que não deixa de ser um produto financeiro, com características técnicas complexas, que fazem muita diferença no retorno esperado ou para o objetivo do cliente. Com isso, pelo menos vai haver um certo nivelamento mínimo do conhecimento exigido deste produto, coisa que hoje em dia depende 100% da boa vontade do empregador em dar este treinamento.

A segunda inclusão foi a que mais me deixou empolgado. Incluir finanças pessoais e comportamentais seria um diferencial enorme para a CPA-20, que sempre me pareceu uma CPA-10 mais detalhada. Porém, ao consultar os programas detalhados (CPA-10 e CPA-20), só encontrei a menção a finanças comportamentais dentro do item 2 – Compliance legal, ética e análise do perfil do investidor. Ainda assim, achei uma ótima adição ao programa.

Pretendia refazer as duas até o início do ano que vem. Porém, ao descobrir esta mudança,  resolvi aguardar a entrada destas em vigor para testar meus conhecimentos nestes tópicos também. Para o pessoal que tem dificuldade com previdência complementar, ou já estava se preparando com o programa anterior: é melhor correr para não ter que incluir estes programas na preparação e ganhar mais três ou cinco anos de prazo para se preparar! 😉

Fonte: Anbima

 

 

Anúncios