Hoje, uma grande parte dos lares possui tv a cabo, legalmente ou não. A péssima qualidade de nossa tv aberta praticamente obriga a aquisição de uma opção para evitar assistir aberrações de gosto duvidoso de domingo a domingo. Principalmente aos domingos.

Porém, já não a pouco tempo, a tv a cabo também decresceu sua qualidade substancialmente. Se não bastasse isso, os planos possuem preços exorbitantes, ainda mais para quem faz questão dos canais de filmes,  e para quem curte um esporte: futebol ou mma. São programas com comerciais infindáveis (e teoricamente a mensalidade deveria cobrir os custos e evitar justamente isso, mas…), filmes que se repetem quase que diariamente, isso quando não passa o mesmo em canais diferentes em sequência ou no mesmo horário!

Contudo, quem possui filhos sabe que alguns canais funcionam quase como um às na manga. Ser pai 24h é uma função desgastante, e muitas vezes precisamos de uma tarde, noite, ou até um dia para recarregar as baterias. O problema é: só as SUAS baterias precisam ser recarregadas! Neste momento, aqueles canais na seção infantil funcionam como um canto de sereia, hipnotizando as crianças e dando a oportunidade tão desejada de descansar alguns instantes.

O problema é: nos pacotes básicos, normalmente você encontra uma variedade pequena de canais. Isso é agravado pela diferença de idades entre as crianças, já que normalmente os canais pré-adolescentes são dos pacotes mais caros. Quando se está numa situação complicado como a atual, cancelar ou diminuir o pacote encontram muita resistência em casa. Aqui não foi diferente.

Recentemente, comprei um ps3 com parte do dinheiro da rescisão quando fui aprovado no concurso para o cargo que possuo atualmente. Sim, eu sei que minha situação não combina com a frase “comprei um ps3”, mas foi um ano inteiro de quase 8h de estudo por dia, praticamente ininterruptos, e mais um ou dois anos anteriores de estudo mais moderado. E imaginei que a aprovação me permitiria algum espaço para respirar até partir para a segunda fase do plano. O que não foi o caso.

Enfim, como o ps3 possui um aplicativo do netflix, resolvi utilizar o mês gratuito como teste. Já havia testado nos primórdios, mas a quantidade pequeníssima de filmes me afugentou. Qual foi minha surpresa de ver que o serviço melhorou muito! Claro, praticamente nenhum lançamento está disponível, mas as opções de séries e filmes já está bem impressionante. E na seção infantil, que me preocupava, o netflix dá show!

Ou seja, um serviço de R$ 19,90 ao mês (houve aumento recente para novas adesões, a minha ainda continua a R$ 16,90) que substitui com maestria serviços de, na média, R$ 90,00 ao mês. Não pensei duas vezes, e liguei para cancelar a tv por assinatura. E qual não foi minha surpresa quando, como contraproposta me ofereceram por 6 meses: isenção do ponto adicional, R$ 19,90 pelo ponto principal e os canais hbo e telecine de graça.

Cheguei a considerar declinar, até por ser necessário ficar mais um ano como fidelidade. Mas o maior problema que a opção netflix+ps3 trouxe foi a mais óbvia que alguns já devem ter imaginado: eu não jogo! Manter a tv por mais um tempo com um preço bem reduzido já me auxilia no orçamento mensal e liberta uma das minhas poucas fontes de sanidade!

No final das contas, diminui a despesa mensal em mais de 50% (de R$ 110,00 para pouco menos de R$ 40,00), e se quiser posso diminuir ainda mais cancelando a netflix pelos 6 meses e assinando novamente em outro momento.

E vocês, já cancelaram a tv por assinatura? Já ganharam descontos? Vão ficar só de netflix?

Anúncios